apresentação

coleção Niep-Marx

revista do Niep

atividades

Marx e o marxismo

fórum-Niep

niep-PréK

núcleos marxistas

contato

portal uff

início

 

Apresentação

 

O Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas sobre Marx e o Marxismo (NIEP-Marx) surgiu em 2003 da reunião de professores/pesquisadores das áreas de História, Sociologia, Economia, Educação, Serviço Social e Arquitetura. Originou-se de trabalho docente coletivo com movimentos sociais (Curso de Extensão “Realidade Brasileira”) e mantém a articulação entre docência, pesquisa e extensão. O objetivo central do NIEP-Marx é a reflexão interdisciplinar a partir do materialismo histórico, eixo articulador de suas análises, a respeito do trabalho, da cultura e da política.

 

A perspectiva teórica compartilhada pelos pesquisadores do Niep-Marx encontra-se sintetizada na seguinte citação de Antonio Gramsci:

Que a ‘natureza humana’ seja o ‘conjunto das relações sociais’ é a resposta mais satisfatória [à pergunta o que é o homem?], porque inclui a idéia do devir: o homem está em processo, muda constantemente com a mudança das relações sociais, e porque nega o ‘homem em geral’.

Interessa-nos particularmente, nesta formulação de Gramsci, a insistência do autor na dinâmica histórica das relações sociais como constitutiva da “natureza humana”, pois julgamos ser esse um dos princípios centrais da explicação do mundo construída a partir da obra de Marx.

 

A reflexão inaugurada por Marx caracteriza-se por uma perspectiva transdisciplinar, pois níveis diferenciados da análise interpenetram-se numa explicação efetivamente histórica da história. No projeto marxiano, o caráter multidimensional e a ênfase na historicidade podem ser percebidos, de um lado, na defesa da noção de que as relações entre os seres humanos constituem o processo social e são por ele constituídas, o que as torna portadoras de historicidade. Também são percebidos, de outro lado, no enunciado da famosa tese de que “os filósofos apenas interpretaram o mundo de diferentes maneiras; porém, o que importa é transformá-lo”. Essa tese realça a dimensão do devir, do projeto e da possibilidade da transformação – como dito, a centralidade da perspectiva histórica.

 

Em nossa leitura da teoria social elaborada a partir do trabalho de Marx, a ênfase recai, portanto, sobre a concepção de que os homens fazem a própria história de acordo com condições que não são determinadas apenas pela sua vontade, mas por situações objetivas, que envolvem dimensões materiais e sociais e não apenas idéias. É, enfim, a perspectiva materialista, dialética, histórica, francamente marxista, que os pesquisadores do Niep-Marx compartilham entre si.

 

Desde sua fundação, o Niep-Marx ampliou o escopo de suas atividades, aumentando não apenas o conjunto de pesquisadores envolvidos, mas a diversidade de suas atividades. As principais atividades desenvolvidas pelo grupo são, até o presente momento:

  • a articulação da pesquisa dos professores-pesquisadores do grupo;

  • o desenvolvimento de atividades de pesquisa coletiva;

  • a organização do evento Marx e o Marxismo, que ocorre anualmente desde 2007;

  • a organização do Fórum-NIEP para apresentação e discussão das pesquisas elaboradas pelos participantes do núcleo e/ou de pesquisadores nas áreas de interesse cobertas pelo NIEP;

  • a organização de palestras, eventos e conferências que divulguem a perspectiva teórica marxista;

  • a preparação de textos de divulgação do trabalho dos pesquisadores do grupo;

  • a Revista Marx e o Marxismo: revista do NIEP-Marx;

  • a integração com núcleos semelhantes no Brasil e no Exterior.

Clique aqui para acessar o Regimento do Niep-Marx (PDF)

volta